558
  • Helder Moutinho - Atrás dos meus cortinados [ Official Music Video ]

    2,166 views 3 months ago
    https://www.facebook.com/he......
    https://www.instagram.com/h......


    Com poema de João Monge - tal como todos os outros deste seu próximo disco - e música de João Gil, "Atrás dos Meus Cortinados" é o novo single e vídeo do fadista Helder Moutinho. Canção de amor amargo, enganador e fugidio, de um sabor antigo mas que soa novíssimo na sua voz e na voz das guitarras que o acompanham: Ricardo Parreira (guitarra portuguesa), Miguel Silva (viola de fado) e Ciro Bertini (baixo acústico). “Atrás dos Meu Cortinados” estreou na segunda-feira, dia 27 de Maio, na Antena 1 e é um exclusivo desta estação de rádio durante toda a semana.
    "Atrás dos Meus Cortinados" sucede a “Nunca Parto Inteiramente”, o single de estreia do novo álbum, e sexto da sua carreira, a editar no início de 2020. O tema foi gravado no Lux Frágil, em Lisboa, com som, mistura e masterização de António Pinheiro da Silva. Na produção está Ana Sofia Carvalheda (Antena 1), com captação de som por Eric Harizanos (Antena 1) e assistência na captação de som de Francisco Pepe (Antena 1). A realização, edição e fotografia do vídeo é de Filipe A. Pereira, com produção executiva de Helder Moutinho.
    O próximo álbum incluirá no livreto um texto de Helder Moutinho sobre cada um dos fados (que serão conhecidos à razão de um em cada mês até ao final de 2019), os poemas originais de João Monge e uma banda-desenhada de Tomás Rosa. A gravação do disco é uma co-produção da MWF – Music Without Frontiers com o Museu do Fado e tem o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores, da Antena 1 e do jornal Público.

    Ficha Técnica do Vídeo:

    Realização, montagem e imagem: Filipe A. Pereira
    Produção Executiva: Helder Moutinho
    Figuração especial: Margarida Soeiro e António Pires
    Agradecimentos: Dear Hotels/Palacete Valmor

    “Atrás dos Meus Cortinados” (Poema de João Monge)

    Atrás dos meus cortinados
    Estamos os dois condenados
    Um ao outro a horas mortas
    Se é a deus que isto se deve
    Ele lá sabe o que escreve
    Direito por linhas tortas

    Falam de nós, eu bem sei
    Deste amor fora da lei
    Sem destino nem Altar
    Somos a rosa colhida
    No lado escuro da vida
    Que só se dá ao Luar

    Não te sintas obrigado
    A prometer que a meu lado
    Nunca mais te vais embora
    Atrás dos meus cortinados
    Estamos os dois obrigados
    A ser imortais agora Show less
    Read more
  • Uploads Play all

    This item has been hidden
  • Helder Moutinho - Ao Vivo em Lisboa

    Concerto - São Luiz
    Lisboa 21 de Novembro de 2009
    This item has been hidden
to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...