Loading...

My Fair Lady - I'm an ordinary man - Rex Harrison

53,723 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Uploaded on Apr 19, 2010

My Fair Lady, 1964, George Cukor (dir). Audrey Hepburn Rex Harrison

Segue abaixo a transcrição do trecho em Português.

Pickering - Perdoe a grosseria, mas, se eu tiver de fazer isso devo ser responsável pela garota. Espero que esteja bem claro que nenhuma vantagem vai ser tirada dela.

Higgins - O que, aquilo? Por Deus, eu lhe asseguro.
Pickering - Vamos lá, você sabe do que estou falando. Isto não é futilidade. Você é um homem de bom caráter, no que concerne às mulheres?
Higgins - Já encontrou um homem de bom caráter no que concerne às mulheres?
Pickering - Sim, freqüentemente.

[Começa o monólogo do professor Higgins]

Eu não. Sei que no momento
em que uma mulher faz amizade comigo...
...ela se torna ciumenta, exigente...
...desconfiada e muito aborrecida.
No momento em que faço amizade com
uma mulher, torno-me egoísta e tirano.
Aqui estou eu, um solteirão confesso,
e continuarei assim, provavelmente.
E, afinal, Pickering...

Sou um homem comum

Que não deseja nada além
Do que uma chance comum
De viver exatamente como gosta
E fazer precisamente o que quer
Um homem típico
Sem excentricidades
Que gosta de viver sua vida
Livre de conflitos
Fazendo o que lhe dá na telha
Apenas um homem comum

É só uma mulher entrar em sua vida
E sua serenidade tem fim
Vai redecorar sua casa
Desde o porão até sótão
Depois inicia a cativante diversão
De investigar você!

Deixe uma mulher entrar em sua vida
E contra a parede vai ficar
Faça um plano e logo vai descobrir
Que algo diferente ela tem em mente
O mais certo é que nada faça
É melhor fazer nada do que algo
De que não goste!

Você quer falar sobre Keats ou Milton
E ela só quer falar de amor
Vai ao balé ou ao teatro
E passa o tempo atrás da luva dela

Deixar uma mulher entrar em sua vida
É convite para conflitos eternos
Deixe-as comprar suas alianças
Para aquelas pequenas mãos ansiosas
Eu estaria igualmente ansioso
Por uma consulta no dentista
Do que deixá-la entrar em minha vida

Sou um homem muito gentil
Equilibrado e de boa índole
De quem não se ouve reclamações
Alguém que tem a gentileza
Correndo pelas veias
Sou um homem paciente
Da raiz do cabelo à ponta dos dedos
Do tipo que nunca
Jamais iria
Deixar um insulto
Escapar de seus lábios

Um homem muito gentil

Mas deixe uma mulher entrar em sua vida
E a paciência não vai ter vez
Ela vai implorar por seu conselho
Sua resposta vai ser concisa
Ela vai ouvi-lo atenciosamente
E depois vai sair e fazer
Exatamente o que quiser!

Você era um homem polido e agradável
Que nunca levantou a voz
Agora está sempre usando um palavreado
Que faria um marinheiro corar

Deixe uma mulher entrar em sua vida
E vai se meter em apuros!

Deixe os outros homens
Dar o nó em volta de seus pescoços
Eu preferiria uma nova edição
Da Santa Inquisição
A uma mulher na minha vida

Sou um sujeito sossegado
Que prefere gastar seu tempo
Na quietude desta sala
Que gosta da atmosfera de descanso
De um túmulo clandestino
Um homem pensativo eu sou
De alegrias filosóficas
Que gosta de meditar, contemplar
Longe da loucura da humanidade

Um homem sossegado

Deixe uma mulher entrar em sua vida
E seu descanso estará acabado
Em uma fila sem fim
Um exército de amigas chegará
Vêm conversar e tagarelar
E contar para ela
Que o problema todo é com você!

Terá uma família enorme, turbulenta
Que irá atacar em massa
Terá uma mãe enorme, wagneriana
Com uma voz de quebrar cristais!

Deixe uma mulher entrar em sua vida

E eu jamais deixarei uma entrar
Em minha vida!

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...