Loading...

O CONFLITO PARTE 9 C/ROBESPIERRE A HISTORIA DO CRISTIANISMO/A HISTORIA SE REPETE

10,089 views

Loading...

Loading...

Transcript

The interactive transcript could not be loaded.

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Oct 25, 2010

O Judaísmo Messiânico enfatiza bastante a questão das tradições judaicas, e procura seguílas ao máximo. O Judaísmo Messiânico reconhece a grande importância das tradições na cultura e identidade dos judeus. Contudo, em alguns grupos, a cultura judaica é enfatizada acima da Torá. Em certos casos, mesmo quando a tradição de nossos pais, por decisões rabínicas, fere a Torá, as tradições são seguidas acima da Torá. Um exemplo disto é o uso dos fios puramente brancos nos tsitsiyot (as franjas do talit), quando a Torá determina que um dos fios seja azul. Frequentemente, a chamada "Torá Oral", que o próprio Judaísmo Messiânico reconhece não existir, é usada como desculpa para esta atitude. - O Cristianismo mais tradicional não tem muito interesse, a não ser por talvez um pouco de curiosidade, nas tradições judaicas. O problema principal é quando o Cristianismo confunde a tradição judaica com a Torá. Uma coisa é a imposição de uma cultura, o que é errado à luz das Escrituras. Outra coisa é pregar a obediência aos preceitos bíblicos da Torá. Quem prega a Torá, que nada mais é do que Bíblia pura e simples, é frequentemente chamado de "judaizante". - O Judaísmo Nazareno também reconhece o valor e a importância da cultura judaica, até mesmo no entendimento de certas passagens bíblicas. Contudo, o Judaísmo Nazareno enfatiza a observância da Torá acima de qualquer tradição. Se alguma tradição minimiza ou viola a Torá, então para o Judaísmo Nazareno prevalece a observância da Torá. O Judaísmo Nazareno também reconhece que ninguém é obrigado a cumprir as mitsvot (mandamentos) da Torá da "forma judaica", desde que os mandamentos sejam cumpridos. Valorizamos e procuramos por uma questão cultural sempre que possível manter a identidade judaica e a forma tradicional de cumprir as mitsvot (mandamentos), e ainda procuramos manter a cultura judaica mesmo quando não há mitsvá (mandamento) envolvido. Contudo reconhecemos que a única coisa que tem autoridade sobre nós em termos de prática são as mitsvot (leis) de YHWH. A cultura é um elemento importante, mas opcional. 13 -- AS DEZ TRIBOS - O Judaísmo Messiânico possui visões bem variávels a respeito deste assunto. A maioria normalmente crê que as dez tribos deixaram de existir como nação identificável e que os indivíduos que mantiveram sua identidade foram absorvidos por Yehudá (Judá). A maioria portanto crê que os judeus da atualidade são a nação visível, reunida e reconstituída de Israel, produto do reajuntamento de todas as 12 tribos. Estas 12 tribos da atualidade são conhecidos apenas como 'judeus', e portanto não haveria necessidade de um novo reajuntamento da Casa de Israel. Alguns grupos messiânicos contudo vêem o reajuntamento das 10 tribos de Israel como um evento futuro, que ocorrerá na segunda vinda do Messias.

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...