Loading...

JARDIM DAS ACÁCIAS - ZÉ RAMALHO - (1979)

1,405,555 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Jun 21, 2010

ZÉ RAMALHO (born José Ramalho Neto on October 3, 1949 - Brejo do Cruz - Paraíba, Brazil) is a Brazilian composer and performer. Zé Ramalho has collaborated with various major Brazilian musicians, including Vanusa, Geraldo Azevedo and Alceu Valença to name a few. Ze Ramalho is also the first cousin of Elba Ramalho, a well known Brazilian composer and performer. As with many musicians back in his younger days, he was first influenced by rock and roll; however, at the age of 20, his music took a more Northeastern Brazilian approach. Zé Ramalho's lyrics however, are very influenced by the socio-economic difficulties faced by the average Brazilian.

Beginning of the major musical career:1975-1984

In 1977, he recorded his second album, the self-titled "Zé Ramalho". An year later, his second son, Wilson, was born. In 1979, the third son, João (born to him and to his wife Amelinha), came along the third album, "A Peleja do Diabo com o Dono do Céu" (also referred to as "Zé Ramalho II"). He then moved to Fortaleza in 1980, where he wrote and published his book "Carne de Pescoço" ("Neck Flesh"). The fourth album, "A Terceira Lâmina", was released afterwards, and the fifth one, "A Força Verde", in 1982. In 1983, he broke up with Amelinha and moved to Rio de Janeiro. After releasing his sixth album, "Orquídea Negra", he got married with Roberta, Amelinha's cousin, in 1984.

ZÉ RAMALHO (nome artístico de José Ramalho Neto, Brejo do Cruz, 3 de outubro de 1949) é um cantor-compositor brasileiro. Suas influências musicais são uma mistura de elementos da cultura nordestina (cantadores, repentistas e rabequeiros), da Jovem Guarda (Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Golden Boys e Renato e seus blue caps), a sonoridade dos Beatles e a rebeldia de The Rolling Stones, Pink Floyd, Raul Seixas e, principalmente, Bob Dylan. Há elementos da mitologia grega e de histórias em quadrinhos em suas músicas. Tem seis filhos: Christian (1974), Antônio Wilson (1978), João (1979), Maria Maria (1981), José (1992) e Linda (1995); além de quatro netos, Ester, nascida em (1999) e Miguel (2004) (filhos de Maria); Ana Lua (2002), (filha de João) e Maria Luísa, a Malu, (2009), filha de Christian.

O terceiro milênio: 2001-atualmente

O primeiro trabalho do século XXI foi o álbum tributo Zé Ramalho Canta Raul Seixas, com regravações de canções do músico baiano. Dividiu o palco com Elba Ramalho no Rock in Rio III. Em 2002, a Som Livre lança um CD de grandes sucessos chamado Perfil, parte da séria Perfil. Também em 2002, veio o décimo sétimo álbum, O Gosto da Criação. Em 2003, Estação Brasil, um álbum com várias regravações de canções brasileiras e uma inédita foi lançado. Fez uma participação especial na faixa "Sinônimos" do álbum Grandes clássicos sertanejos, de Chitãozinho & Xororó. Em 2005, gravou seu único álbum solo ao vivo, Zé Ramalho ao vivo. Seu mais recente álbum de inéditas Parceria dos Viajantes, foi lançado em 2007 e indicado para o Latin GRAMMY de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. Em 2008, um álbum de raridades chamado Zé Ramalho da Paraíba foi lançado pela Discoberta, seguido de um novo álbum de covers Zé Ramalho canta Bob Dylan - Tá tudo mudando, homenageando o músico americano.
Em 2009, um novo álbum de covers Zé Ramalho canta Luiz Gonzaga foi lançado para homenagear o músico pernambucano.

Loading...

to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...