Upload

Loading...

Moradores de Paranaguá falam dos problemas da cidade.

4,258

Loading...

Loading...

Transcript

The interactive transcript could not be loaded.

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Uploaded on Sep 16, 2010

Na cidade por onde passam as maiores riquezas do Paraná, grande parte da população vivem sem rede de esgoto.
O Porto é um ícone de desenvolvimento, mas Paranaguá cresce desordenada.
Há 15 anos a cidade se estica para além da Pr-407, a estrada que leva às praias de Pontal do Paraná.
Vinte Mil pessoas moram messa região, mas até hoje os estudantes tem que atravessar a rodovia para chegar ao colégio, porque
não há escolas estaduais nos bairros mais novos.
E essa é apenas mais uma das grandes carências.
Nessa parte da cidade a não há infraestrutura, asfalto, saneamento básico, educação, segurança, coleta de esgoto e há
somente um posto de saúde e sem médico."

A Paranaguá antiga também chama a atenção para a a falta de investimentos.
A cidade histórica por onde começou a colonização portuguesa no Paraná, não consegue atrair turistas.
E pela caracteristica geográfica esta seria a porta natural de entrada e de saída do estado.
O turismo marítimo que se fizesse por aqui, faria que o paranaense de qualquer lugar do estado, viesse a
Paranaguá e embarcasse aqui e após sua viagem desembarcasse na cidade fazendo assim o turismo funcionar de verdade.

A lista de reclamações bem fundamentadas contra o poder público ganhou mais um item recentemente.
E nesse caso os parnanguaras não se queixam da falta de investimentos, nas de uma obra que veio e
conseguiu piorar o que já era ruim.

O viaduto na Rua Professor Cleto começou a ser construido para acabar com o problema de cidade parada toda
vez que um trem cruzava Paranaguá em direção ao porto.
Um único acesso por cima da linha férrea, já garantiria a ligação initerrupta entre os dois lados da cidade.
O problema é que a obra parou na metadade, e assim como deixaram além de um acesso a mais os parnanguaras
tem uma rua a menos para circular.

Da Rua Professor Cleto por onde passava até 2008 a maior procissão do Paraná, a da Padroeira do Estado,
Nossa Senhora do Rocio, só sobrou para circulação a calçada, hoje usada também por motos e bicicletas.

O local com muitos moradores e colégio tornou-se área de marginais e usuários de drogas que ocupam o
espaço para se drogar, intimidando os moradores.
As queixas dos moradores de Paranaguá ganham eco pelo litoral inteiro, e todos os moradores da costa paranaense sentem-se
simplismente esquecidos.

O político enquanto candidato ele conhece todos os problemas e tem todas as soluções.
Depois de diplomado, as soluções desses problemas vão para o fim da fila, os problemas persistem.
Essa fila é tão grande que não dá tempo de atender a todos, e esses problemas com suas soluções voltam
nas plataformas dos futuros candidatos nas futuras campanhas.

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up Next


Sign in to add this to Watch Later

Add to