Loading...

CESAR E PAULINHO

15,904 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Sep 2, 2012

Eu vou lhe dar o endereço onde moro
Sera meu gosto se voce me visitar
Pelo caminho onde a juriti passeia
Mais o menos légua e meia
É ali o meu lugar
O sol penetra entre as folhas da candeia
Vai formando na areia mil desenhos pelo chão
E logo adiante quando ralear o mato
Pode tirar o sapato pra passar o ribeirão
Meu endereço não tem rua asfaltada
Não tem farol de parada
Nen tão pouco contra mão
É a lua branca o farol da avenida
Clareando a estrada batida
Que existe no meu sertão
A grama verde é o tapete da chegada
O gado manso ruminando no curral
O vento agita a copada da palmeira
Como se fosse bandeira hasteada em meu quintal
Não bata forte quando passar a porteira
Que a pancada da madeira machuca meu coração
Lembra a batida que alguem deu na despedida
Fazendo da minha vida morada da solidão
Meu endereço não tem rua asfaltada
Não tem farol de parada
Nen tão pouco contra mão
É a lua branca o farol da avenida
Clareando a estrada batida
Que existe no meu sertão"

  • Category

  • License

    • Standard YouTube License

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...