Loading...

Emicida - 10 anos de Triunfo - Levanta e Anda part. Rael (Ao Vivo)

1,870,382 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Feb 23, 2018

Levanta e Anda participação especial Rael "DVD 10 anos de Triunfo” ao vivo, gravado dia 20/11/17 na Audio em São Paulo.

Ouça também via streaming: https://SMB.lnk.to/LevantaEAndaAoVivo

Inscreva-se no canal VEVO oficial do Emicida: http://smarturl.it/EmicidaVEVO
Curtir Emicida:
Twitter: https://twitter.com/Emicida
Facebook: https://www.facebook.com/EmicidaOficial
Instagram: http://instagram.com/emicida

Uma produção Laboratório Fantasma Produções
Direção: Fred Ouro Preto
Direção musical: Dudu Marote
Direção artística: Evandro Fióti e Emicida
Direção executiva: Evandro Fióti
Coordenação e Produção executiva: Raissa Fumagalli
Direção de arte e cenografia: Zé Carratu
Direção de arte gráfica: Adriel Nunes
Conteúdo LED: Studio Curva

Arranjo de base: Beatnick & K-Salaam
Arranjo de metais: Ed Trombone

Banda:
Emicida – Voz
Rael – Voz
Dj Nyack – Toca-discos e voz
Carlos Café – Percussão
Silvanny Rodriguez Sivuca – Percussão
Monica Agena – Cordas
Ed Trombone – Trombone
Fernando Bastos – Sax e flauta
Robinho Silva – Trompete
Jamah – Back vocal
Nanny Soul – Back vocal

Stylist: Marina Santa Helena
Emicida veste LAB
Banda veste FALA / Puma

Engenheiro e técnico de gravação U.M.: Maurício Cersosimo
Engenheiro responsável da U.M.: Marcos Possato Jr. (GabiSom)
Assistência técnica de gravação UM: Alejandra Luciani e Tofu Valsechi
Editor de Pro Tools: Maurício Cersosimo e Dudu Marote
Mixagem de bases e sequências: Maurício Cersosimo e Dudu Marote
Mixagem Stereo no estúdio Aurora Sound Studio por Maurício Cersosimo
Mixagem 5.1 no estúdio Gargel Mastering Estúdios por Maurício Cersosimo e Marurício Gargel com assistência de Tofu Valsechi
Masterizado no estúdio Gargel Matering Estúdios por Maurício Gargel

Captação ao vivo:
Direção executiva: Evandro Fióti
Coordenação executiva: Raissa Fumagalli
Assistentes de Produção: Vanildo Ricardo (Dinho) e Alexandre Ribeiro
Coordenação de palco: Cézar Vasconcelos
Técnico de P.A: Nivaldo da Rocha Costa
Técnico de monitor: Renato Venom
Roadies: Gabriel Izidoro e Luan Pessanha
Fonoaudiólogas: Ana Terra (Cor & Voz) e Bruna Caram

Imagem
Direção: Fred Ouro Preto
Assistente de direção: Tays Peres
Direção de fotografia: Carlinhos Nogueira
Programador de luz: Matheus Feitoza e Paulo Lebrão
Produção: Diogo Pinaffi
Assistente de produção: Leandro Teles
Montagem: Fernando Faria Freitas”Magnata” e Douglas Aguiar
Edição: Fernando Freita e Jeferson da Silva
Assistente de edição: Douglas Aguiar, Virginia Gatti
Finalização: Ricardo de Souza e Junior Braz
Tratamento de cor: MARLA
Colorista: João Moreira
Atendimento MARLA: Flavia Gannam

Operadores de câmera: Albert Bertti, Barbara Caroline, Bruno Shintake, Cesar Ovalle, Fabio Politi, Juliana Matos, Maihara Marjorie, Mauricio Augusto, Murilo Salazar e Thales Banzai

Assistentes de câmera: Ailton Meira, André Salerno, Cristiano Santos Tinoco, Danilo Saraiva, Fernando Caneo, Gabriel do Nascimento, Paulo Vinícius Rodrigues, Robson Lima

Logger: Gabriela Naraki
Maquinista: José Dorival da Silva
GIF: Guido Argel
Técnico de comunicação: José Daniel Bueno
Assistente de comunicação: Rodrigo Garcia e Wellington Rocha
Técnico de vídeo: Marcos Felix

Letra:
Era um cômodo, incômodo, sujo como dragão de komodo
Úmido, eu homem da casa aos seis anos
Mofo no canto, todo, TV, engodo, pronto pro lodo
Tímido, porra, somos reis, mano
Olhos são eletrodos, sério, topo, trombo corvos
Num cemitério de sonhos, graças a leis, planos
Troco de jogo, vendo roubos, pus a cabeça a prêmio
Ingênuo, colhi sorrisos e falei -- vamos!
É um novo tempo, momento pro novo, ao sabor do vento
Me movo pelo solo onde reinamos
Pondo pontos finais na dor, como Doril, Anador
Somos a luz do Senhor, pode crer, tamo
Construindo, suponho não, creio, meto a mão
Em meio à escuridão, pronto, acertamos
Nosso sorriso sereno hoje é o veneno pra quem trouxe tanto ódio pr'onde deitamos
Quem costuma vir de onde eu sou
Às vezes não tem motivos pra
Seguir
Levanta e anda, vai (3 X)
Mas eu sei que vai, que o sonho te traz
Coisas que te faz
Prosseguir
Levanta e anda, vai (3 X)
Eu sei, cansa
Quem morre ao fim do mês, nossa grana ou nossa esperança?
Delírio é
Equilíbrio entre nosso martírio e nossa fé
Foi foda contar migalha nos escombros
Lona preta esticada, as enxada no ombro e nada vim
Nada enfim, recria
Sozim, com alma cheia de mágoa e as panela vazia
Sonho imundo
Só água na geladeira e eu querendo salvar o mundo
No fundo é tipo David Blaine, mãe assume, pai some
de costume, no máximo é um sobrenome
Sou terror dos clone
Esses boy conhece Marx, nóiz conhece a fome
então cerre os punhos, sorria e jamais volte pra sua quebrada de mão e mente vazia
Quem costuma vir de onde eu sou
Às vezes não tem motivos pra
Seguir
Levanta e anda, vai (3 X)
Mas eu sei que vai, que o sonho te traz
Coisas que te faz
Prosseguir
Levanta e anda, vai (3 X)
Somos maior, nos basta só Sonhar, seguir!

http://vevo.ly/fOUafN

  • Category

  • Song

  • Artist

  • Licensed to YouTube by

    • ASCAP, UBEM, and 3 Music Rights Societies

Loading...

Advertisement
When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...