Loading...

Purgatório - 2 / 3

17,295 views

Loading...

Loading...

Transcript

The interactive transcript could not be loaded.

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Aug 4, 2010

Momentos de Reflexão
O Purgatório (2) - Continuação
A nossa conduta é verdadeiramente incompreensível, meus irmãos.
Lá vão passando semanas, meses, anos, e os nossos queridos entes,
não têm alívio no seu sofrimento, presos nas suas camas de fogo,
esperando, mas talvez em vão, os nossos sufrágios.
E durante estes meses e anos, meus irmãos, enquanto nós estamos gozando de boa vida,
ocupados com os nossos afazeres, entregues aos nossos prazeres e divertimentos,
conversando com amigos, descansando sete ou oito horas todas as noites
em camas macias, aquelas queridas almas estão expiando os seus pecados,
detidas todo este tempo no Purgatório, porque nós, repito,
não lhes valemos com os sufrágios necessários, abandonando-as impiedosamente.
Mas, justamente perguntamo-nos: existe o Purgatório?
Não há mais a mínima pequena dúvida a este respeito;
e digo-vos isto com a máxima convicção,
porque acredito no dogma da existência do Purgatório.
E mais, é rara a pessoa que sai deste mundo tão santa,
que vá ao Céu sem primeiro passar longo tempo nesse lugar de purificação.
Podemos pois tomar como certo que, a não ser por um milagre,
nós também iremos passar ali um prazo mais ou menos longo.
Perguntamo-nos: quem é que nos manda crer nesta doutrina?
E a resposta é clara, é o dogma do Purgatório, isto é,
a verdade definida pela Santa Igreja, como verdade eterna.
É-nos revelado na Sagrada Escritura;
É, e sempre foi ensinado na Igreja;
E, todos os Católicos de todos os tempos, isto é, vemos aqui a Tradição da Igreja,
e de todos os países sempre acreditaram firmemente nesta doutrina.
Perguntemo-nos a nós próprios outra vez: cremos nós neste mistério?
Sim, acredito que sim, mas a crença de muitos é superficial, é vaga, é morta.
A prova é que todos fazemos para evitar, pouco fazemos, digo,
para evitar este suplício terrível e pouco ou nada fazemos
para tirar dali os amigos os parentes nossos que lá estão detidos;
o nosso descuido é tão crasso que para todos os efeitos
é como se o Purgatório não existisse.
Que nos ensinam os Santos?
- São Cirilo de Alexandria: "Mais valia, diz ele,
sofrer todos os tormentos possíveis até ao fim do mundo,
que passar um só dia no Purgatório".
- S. Tomás de Aquino, o grande doutor da Igreja, diz:
"O menor contacto com este fogo é mais cruel que todos os males desta vida".
- São Malaquias viu a sua querida irmã trinta anos no Purgatório,
apesar dos muitos sufrágios que por ela tinha oferecido.
Nunca devemos abandonar as almas do Purgatório.
A melhor maneira de socorrer as almas do Purgatório:
é por exemplo, o meio de todos e o mais eficaz, mandar rezar,
por sua intenção, a Santa Missa, todas as vezes que for possível.
Escreve S. Jerónimo: " As almas do Purgatório
não sofrem enquanto por elas é oferecido o Santo Sacrifício da Missa".
São Gregório diz: " As penas dos defuntos, por quem é celebrada a Missa,
ou que o Celebrante recomenda particularmente, ficam suspensas ou
diminuem durante este tempo".
Se não podemos mandar rezar Missa, devemos assistir à Missa pela mesma intenção,
sempre que seja possível. A Santa Missa é o mesmo Sacrifício do Calvário.
Jesus, o Filho de Deus nasce e morre realmente todos os dias no Altar,
dando a todos os presentes as mais ricas e abundantes graças,
as mesmas graças que dispensou na Primeira Sexta Feira lá no Calvário,
diz S. Tomás, S. Tomás de Aquino. Eis o meio eficacíssimo de alcançar o perdão
para os nossos pecados. Quanta vezes deixamos de assistir a este Santo Sacrifício
da Missa! O Sacrifício da Missa ganha méritos infinitos diante do Pai.
Temos medo de fazer penitência. Mas Deus oferece-nos os Sacramentos da Confissão,
da Comunhão e o Sacrifício da Missa para que tomem o lugar da penitência,
para suprir o que a nossa fraqueza não quer ou não pode fazer.
Outra maneira, para sufragar as almas do Purgatório é
Oferecer o Terço, o terço do Rosário, pelas almas do Purgatório,
com as suas inumeráveis indulgências. É desejo ardente da Mãe Santíssima
aliviar os seus filhos queridíssimos que estão a sofrer no Purgatório. Mais
Oferecer pelas almas todos os méritos, boas obras, orações
e indulgências de que pudermos dispor, todos os nossos desgostos,
todas as nossas dores, as nossas aflições e também os nossos trabalhos e sofrimentos. Mais
Fazer este oferecimento: "Eterno Pai, eu Vos ofereço o Sangue Precioso de Jesus,
a Sua Paixão e Morte, com todas as Missas que se rezam hoje no mundo
pelas almas do Purgatório". Digo-vos, com confiança, que eu faço muito isto,
quando estou ainda na cama, quando de noite não durmo, digo:
ó Jesus, eu ofereço-vos todas as Missas que se celebrem neste momento,
que se celebrem neste dia, ou neste mundo ou nesta noite pelas almas do Purgatório.

  • Category

  • License

    • Standard YouTube License
Comments are disabled for this video.
When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...