Loading...

Bebê com braço gigante deixa hospital no Rio ( Pais pedem doações ) Força Guerreira Nicole .

56,639 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on May 28, 2012

Pais pedem doações

Desde que o caso de Nicole passou na Rede Record, os pais do bebê passaram a receber doações. Eles vivem apenas com uma renda familiar de R$ 600, na Rocinha, favela da zona sul do Rio. Ao saber da história do casal, as associações dos moradores da comunidade se uniram para apoiá-lo. Nicole já ganhou um berço e um carrinho.

Ana Patrícia agradeceu as cestas básicas e fraldas que a família recebeu. Com a filha no colo, Flávio resume a história de Nicole: "Ela é uma guerreira".

O problema foi identificado na gravidez. Desde então, a menina precisa tomar remédios para a dor e tem dificuldades para se mexer por causa do peso do braço.

Para ajudar a criança com leite Nestogeno, cestas, roupas, fraldas, medicamentos ou qualquer outra coisa, ligue para o telefone (21) 2125-1620, mas somente para este caso.

A menina de cinco meses com um braço gigante deixou o Hospital Federal dos Servidores, na última quinta-feira (24), após ficar uma semana internada por conta de uma infecção. Os médicos detectaram o problema no braço com o linfangioma - doença que impede o fluxo de oxigênio e provoca o crescimento de tumores benignos.

Nicole ficou com uma sonda na cabeça para receber o medicamento. Segundo os pais, Ana Patrícia Vieira e Flávio Cardoso, o braço da menina está até um pouco menos inchado e rígido sem a infecção.

A médica Emília Alves Bento, chefe de Cirurgia Vascular do Hospital Federal dos Servidores, que atendeu a menina já havia explicado quer era preciso estar atento para infecções. Ela explica que a doença de Nicole não tem cura, mas é possível medicá-la para tentar diminuir os tumores.

— A cirurgia ainda não é uma opção para Nicole, pois os tumores estão espalhados pelo braço e tórax. Inicialmente, ela será tratada com medicamento para reduzir o tamanho dos tumores. E mesmo isso será complicado, pois as substâncias são 'fortes' para o peso da menina.

O bebê já sobreviveu a um parto difícil, em que teve o braço quebrado e convulsões. Entretanto, as complicações do parto poderiam ter sido evitadas com o pré-natal. Segundo Emília, exames durante a gravidez ajudam os pais e os médicos a se prepararem para o parto.

— Casos como da Nicole podem ser descobertos durante as ultrassonografias do pré-natal. A doença não tem cura, mas descobrir cedo é importante, pois o parto passa a ser de risco e deve ser realizada uma cesariana. Evita-se, assim, o risco para a criança e para a mãe.

http://cantinhodafe007.blogspot.com.br/

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...