Upload

Loading...

Caetano Veloso 02 - Um Abraçaço (Álbum Abraçaço 2012) HD

13,268

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Dec 17, 2012

Caetano Veloso 02 - Um Abraçaço (Álbum Abraçaço 2012) CD Novo

LETRA/ LYRICS
Veio um laço no espaço
Pra pegar um pedaço
Do universo que podemos ver.

Com nossos olhos nus
Nossas mentes azuis
Nossos computadores luz.

Esse laço era um verso
Mas foi tudo perverso
Você não se deixou ficar.

No meu emaranhado
Foi parar do outro lado
Do outro lado de lá, de lá.

Ei,
Hoje eu mando um abraçaço. (4x)

Um amasso, um beijaço
Meu olhar de palhaço
Seu orgulho tão sério.

Um grande estardalhaço
Pro meu velho cansaço
Do eterno mistério.

Meu destino não traço
Não desenho, disfarço
O acaso é o grão-senhor.

Tudo que não deu certo
Sei que não tem conserto
No silêncio chorou, chorou.

Ei,
Hoje eu mando um abraçaço. (4x)

Ei!


À terceira foi de vez: o mais recente disco que Caetano Veloso gravou com a BandaCê, trio de guitarra, baixo e bateria composto por jovens músicos brasileiros, supera os dois anteriores e traz de novo o compositor da Bahia à linha reservada aos trabalhos de génio.
Produzido por Moreno Veloso (filho de Caetano) e Pedro Sá, tal como os dois anteriores, e editado pela Universal, Abraçaço sucede a Cê (2006), um disco vigoroso e denso, e Zii e Zie (2009), irregular e prenunciador de decadência. Que não se concretizou: o trabalho que Caetano desenvolveu agora com Pedro Sá (guitarra), Ricardo Dias Gomes (baixo) e Marcelo Callado (bateria) encontrou o equilíbrio certo entre os riffs vindos do rock, as malhas do violão e a voz de Caetano e o brilho das composições e arranjos.
É um bom ano para ele, este que vê nascer Abraçaço: Caetano completou 70 anos, a 7 de Agosto, e foi designado Personalidade do Ano pelo Grammy Latino em Novembro. Mas desde a publicação de Livro, em 1997, a que se seguiu o êxito de Prenda Minha (que levou Livro aos palcos e, editado em CD, foi o seu trabalho mais vendido de sempre), nenhum outro seu disco tinha alcançado tal patamar. E ele gravou mais de uma dezena, entre homenagens (a Fellini, com Omaggio a Federico e Giulietta,1999; e à música norte-americana, com A Foreign Sound, 2004), músicas para cinema ou bailado (Orfeu, de Cacá Diegues, 1999; Hable com Ella, de Almodóvar, 2002; Onqotô, do Grupo Corpo, 2005) ou parcerias (com Jorge Mautner, em 2002; com Maria Gadú, em 2011; e com Gilberto Gil e Ivete Sangalo, também em 2011). Discos de originais, depois de Livro e antes de Cê e Zii e Zie, só gravou um: Noites do Norte (2000).
O que diz Caetano a isto? Na entrevista colectiva que concedeu no Brasil, parcialmente reproduzida no YouTube e publicada online pela Agência Estado, Caetano mostra-se particularmente calmo, reagindo de forma branda mesmo quando lhe sugerem que ele "deixou de fazer canções como fazia": "Eu sou assim mesmo, sempre fui. E não houve uma vez em que eu tenha lançado um disco que as pessoas não tenham dito algo parecido com isso." E deu vários exemplos: "Quando surgiu, Terra não tocava no rádio porque era longa e alguns diziam ser chata. Sampa não tocava quando saiu. Leãozinho é chavão de canção querida, mas teve muita reacção contrária. Odara teve mais ainda."
Quanto ao disco em concreto, que tem menos canções do que os seus dois antecessores (11 contra 12 de Cê e 13 de Zii e Zie), Caetano classificou com curtas frases cada uma das canções, duas "de amor físico" (Vinco e Quando o galo cantou), uma "bonita" que é tristíssima (Estou triste), uma parceria com o velho tropicalista Rogério Duarte, que "estava sumido" mas ele reencontrou (Gayana), duas sobre temas político-sociais (O império da lei, sobre o assassinato a sangue-frio, em 2005, no estado do Pará, da missionária americana Dorothy Mae Stang; e Um comunista, sobre o ideólogo da guerrilha Carlos Marighella), uma com referências ao funk carioca (Funk melódico), um e-mail de aniversário que ele transformou em canção e de forma surpreendente (Parabéns, que diz apenas: "Tudo mega bom, giga bom, tera bom.

Loading...

Advertisement
When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up Next


Sign in to add this to Watch Later

Add to