Loading...

PARE DE FUMAR! O cigarro é um veneno mortal. imagens fortes

431,669 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Sep 11, 2007

Este vídeo reúne imagens de advertências do Ministério da Saúde presentes nas embalagens de cigarro, entre outras, e mostra dois casos famosos de vítimas fatais do cigarro.

# Efeitos à saúde causados pelo fumo do tabaco

Os efeitos à saúde causados pelo fumo de tabaco se referem diretamente ao tabagismo assim como à inalação de fumaça ambiente (tabagismo passivo). A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 16% da população brasileira é fumante, mas esse número vem diminuindo. A OMS também estima que em países desenvolvidos, 26% das mortes masculinas e 9% das mortes femininas podem ser atribuídas ao tabagismo. Desta forma, o tabagismo é uma importante causa de morte prematura em todo o mundo.


# Riscos primários

Os principais riscos à saúde relacionados ao tabagismo se referem às doenças do sistema cardiovascular, sendo o tabagismo um fator de risco importante para infarto do miocárdio (ataque cardíaco), doenças do trato respiratório como a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e enfisema, e câncer, particularmente câncer de pulmão e câncer de laringe e boca. Antes da Primeira Guerra Mundial, o câncer de pulmão era considerado uma doença rara, a qual a maioria dos médicos poderiam jamais ver durante sua carreira profissional. Com o crescimento da popularidade do tabagismo após a guerra, houve um aumento "epidêmico" de câncer de pulmão.

A incidência de impotência é aproximadamente 85% maior em fumantes masculinos do que não-fumantes, sendo uma causa importante de disfunção erétil. O tabagismo causa impotência por que ele causa o estreitamento das artérias (do pênis e do corpo cavernoso).

As doenças relacionadas ao tabagismo matam 440.000 cidadãos estadonidenses por ano, cerca de 1,205 por dia, fazendo com que o tabagismo seja a maior causa de morte capaz de ser prevenida nos Estados Unidos da América.

O risco aumentado da pessoa em contrair doenças é diretamente proporcional à duração do tempo em que a pessoa continua a fumar assim como à quantidade fumada. Entretanto, se alguém para de fumas, então estas chances diminuem gradualmente já que os danos ao corpo são reparados.

Existem cada vez mais evidências de que os compostos danosos do tabagismo matam células espermáticas. Desta maneira, alguns governos exigem que os fabricantes coloquem avisos em suas embalagens.


# Componentes do tabaco

Na combustão do tabaco produzem-se milhares de substâncias que são transportadas pelo fumo até aos pulmões. Estas substâncias actuam principalmente sobre o aparelho respiratório, mas algumas delas são absorvidas passando para a corrente sanguínea a partir da qual atuam sobre o organismo. Tais substâncias podem agrupar-se do seguinte modo:

Nicotina É uma droga psicoativa responsável pela maior parte dos efeitos do tabaco sobre o organismo e gera dependência física. A duração média da nicotina no sangue é inferior a 2 horas, e se a sua concentração for reduzida aparecem os sintomas que alertam o fumador para a necessidade de um novo cigarro.
A nicotina é um estimulante poderoso e é um dos principais fatores que levam ao consumo contínuo de tabaco. Embora a quantidade de nicotina inalada no fumo seja muito pequena (a maior parte da substância é destruída pelo calor), ela ainda é suficiente para causar dependência psicológica e/ou física. A quantidade de nicotina absorvida pelo corpo no tabagismo depende de diversos fatores, incluindo o tipo do tabaco e se a fumaça é inalada.

O fumo do tabaco contém muitas substâncias irritantes como a acroleína, fenóis, peróxido de nitrogênio, ácido cianídrico, amoníaco, etc., que provocam a alteração dos mecanismos de defesa do pulmão e a contração bronquial pela estimulação das glândulas secretoras da mucosa.

Alcatrão e outros agentes cancerígenos Todas as substâncias tóxicas que contribuem para as neoplasias associadas ao consumo do tabaco, sendo a mais estudada o alfabenzopireno.

Monóxido de Carbono é um gás incolor de elevada toxicidade presente em grande concentração no fumo do tabaco. Este gás tem uma grande facilidade em se associar a hemoglobina, diminuindo a capacidade de transporte de oxigênio.


A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informa que TODOS os produtos derivados do tabaco causam graves males à saúde de seus consumidores, sem qualquer benefício associado. Não existe cigarro seguro.

Compostos presentes no cigarro: Alcatrão Nicotina Monóxido de carbono Benzo-a-pireno Formaldeído Acetaldeído Acetona Acroleína Propinaldeído Crotonaldeído Metiletilcetona Butanaldeído Hidroquinona Resorcinol Catecol Fenol Meta-Cresol para-Cresol orto-Cresol Amônia Ácido cianídrico Piridina Quinolina butadieno Isopreno Acrilonitrila Benzeno Tolueno Estireno nitrosonornicotina nitrosoanatabina nitrosoanabasina metilnitrosoamino butanona aminobifenila aminobifenila aminonaftaleno aminoftaleno Nox Eugenol pH Mentol filtro para nicotina Mercúrio Níquel Chumbo Selênio Cádmio Cromo Arsênio

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...