Loading...

Membros do DCE agridem alunas da PUCRS

78,841 views

Loading...

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Jun 13, 2011

Na noite de 13 de junho de 2011, membros do DCE da PUCRS agrediram física e verbalmente alunas.

Por favor, antes de comentar, leia sobre o assunto, além do blog do movimento ( http://movimento89dejunho.wordpress.com/ )existem diversas reportagens e documentos sobre os 22 anos de assunto. Entenda que este não é um ato isolado.

Depois de impugnarem três chapas LEGÍTIMAS para as eleições dos representantes do CONUNE, o DCE(Diretório Central do Estudantes) da PUCRS começou a ser questionado. Respondeu com agressividade no dia 8 de junho e a partir daí começou o Movimento 89 de Junho fazendo oposição à máfia que está no poder há 22 anos.
Diversas manifestações pacíficas aconteceram, até que no dia 13 de junho os membros do DCE se mudaram do prédio oficial, alegando "obras"(embora visivelmente não haja nem uma pintura acontecendo) e foram para um sala minúscula no prédio 15(Educação). Ali colocaram uma urna (a PUCRS tem 26 mil estudantes) que seria para a escolha dos delegados para o Conune. Existiam duas chapas novas(que NINGUÉM sabe quem seriam os participantes) que nem se manifestaram a respeito do cancelamento da eleição.
A votação não foi divulgada aos alunos, militantes descobriram o que estava acontecendo e, em grupo, se dirigiram ao prédio para votar aí pelas 21h. As portas foram fechadas pelos seguranças e algumas pessoas conseguiram entrar.

Entenda, eram 21h, na urna haviam umas seis cédulas, segundo o próprio presidente do DCE (programa Conversas Cruzadas da TVCOM da noite de 14 de junho).

Agora calcule: 26 mil estudantes, 1 dia de votação, 1 urna, 6 cédulas.

________________________________________________________________
Não houve nenhum "roubo de urnas", como alegaram pessoas ligadas ao DCE.

Fomos lá para votar. Fomos barrados na entrada do Prédio. Alguns poucos alunos (cerca de 15) conseguiram entrar, incluindo as duas moças agredidas. Foram para a fila, entraram no DCE (improvisado estrategicamente em uma sala escondida em outro prédio que não o deles) e perguntaram para as pessoas que estavam lá: -- "Afinal, quais são as chapas?". Os rapazes do DCE se recusaram a dizer. Provavelmente eles nem sabiam quais eram, porque ela são decididas apenas depois das eleições, como ocorreu em 2008.

Então, a Paola (aluna do serviço social da PUCRS), sentou em cima da urna como forma de protesto. Os rapazes do DCE não gostaram e, como se pode ver no vídeo, puxaram a Paola de cima de urna, iniciando as agressões, exatamente no momento em que outro rapaz apaga a luz do DCE, impedindo a filmagem. Ao final o que se vê é a colega Paola, junto com a colega Tabata (estudante do direito da PUCRS) sendo arrastada para fora do DCE, agarrada na urna, enquanto é espancada, junto com a urna debaixo do corpo. Isso é roubo de urna? A Paola foi agredida, estava em uma manifestação pacífica e se agarrou a urna corajosamente enquanto estava sendo espancada e agredida sexualmente dentro do DCE.

Como assim agredida sexualmente? Ela mesma disse na TVCOM. Passaram a mão nela, apertaram deliberadamente as suas partes íntimas. Algo inadmissível! E depois vem dizer que ela se passou por ter "roubado a urna"? Os alunos é que foram roubados! Estão sendo roubados a 20 anos!

http://movimento89dejunho.wordpress.com/

_________________________________________________________________

Nenhum comentário será excluído, mas vale lembrar que vocês podem ter que responder judicialmente por falas preconceituosas. Ser troll não te faz super herói.

  • Category

  • License

    • Standard YouTube License

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...