Loading...

3ª Invasão Napoleónica - "Linhas de Wellington"

9,099 views

Loading...

Loading...

Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.
Published on Jan 23, 2014

Explicação acerca das Linhas de Torres Vedras através de excertos do filme "Linhas de Wellington" (2012) de Valeria Sarmiento.

Apesar da ameaça de declínio militar de Napoleão, este ordenou uma terceira invasão de Portugal, em 1810, comandada pelo general Massena, com um exército de 65.000 homens, entrando pela Beira Alta.
Logo se apoderou de Almeida em Agosto de 1810 e seguiu em direção a Viseu. À sua espera estava uma nova força inglesa com cerca de 31.000 homens sob o comando do general Wellesley (futuro duque de Wellington). Deu-se uma grande batalha no Buçaco em Setembro de 1810 onde os franceses são derrotados, mas assim mesmo seguem para Coimbra, afim de seguirem para Lisboa.
Mas os exércitos anglo-lusitanos tinham organizado uma fortificação -- as linhas de Torres Vedras que impediam a chegada dos franceses a Lisboa e linhas essas que os franceses não conseguiram transpor.
Para passar as linhas de torres o exército francês teria de se defrontar com o anglo-luso, mas devido ao desgaste necessitava de reforços militares que certamente demorariam a chegar. Os exércitos napoleónicos em Março de 1811 não esperaram mais pelos reforços e deram início à retirada de Portugal.
Beresford, o marechal inglês, derrotou-os mais uma vez em Redinha. A fronteira foi passada em Outubro, e, em Espanha, os franceses foram empurrados para Toulouse pela pressão do exército britânico, que contava com o auxílio de soldados portugueses e espanhóis.
A guerra ainda durou até 1814. Entre 1810 e 1811, em Portugal, ambos os exércitos aplicaram a política da «terra queimada» o que fez sofrer muito a população. Como consequência da Guerra passou a haver uma ascendência da Inglaterra sobre o governo de Portugal.
Wellington deixou sempre claro que Portugal era mais um campo de batalha do que um aliado. Tal como os franceses, os ingleses exibiram todos os preconceitos possíveis contra os costumes, a religião e as tradições dos portugueses. Não respeitavam o povo, pilhavam e burlavam a população.

Loading...

When autoplay is enabled, a suggested video will automatically play next.

Up next


to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...