Upload
199

digammaband

  • DIGAMMA - O Homem Que Falha a Viver

    11,043 views 1 year ago
    Digamma - "O Homem Que Falha a Viver" 2014
    http://www.facebook.com/dig...
    Soon on iTunes, Spotify and other digital media platforms.

    Music by Digamma

    Audio Production:
    -Recording, Mixing, Mastering: Miguel Carvalho @ Dalma Productions

    Video Production:

    Recording. Ricardo Guiomar / Luís Mangorrinha

    Video Editing / Luis Mangorrinha @ Visionwear Productions


    Lyrics:

    És um homem que falta pagar a conta da inacção, agora acorda, faz-te um homem, vira a página dá acção.

    Acreditas mesmo que trarás mudança em teu redor? Não te iludas, não te esqueças, és filho de um Deus menor.

    Vai tolo vai!

    Os objectivos que traçaste, vão caindo por terra, vão-te dizendo ao ouvido, que perdeste esta guerra.

    Olho à minha volta é tudo hostil, eu serei eu que estou febril?

    Tento soltar as amarras, que me vedam as imagens, de poder também sonhar, farto de me conformar. Invejo-te pá sim senhor! Queria ter o teu esplendor, ouviste-me neste clamor?
    Sim sou errante, o homem que falha a viver!
    É o veredicto eu sei, e esse juiz é quem? De quem?
    Sim sou errante, o homem que falha a viver!

    Mergulho-me na minha frustração e em todos os meus lamentos, estou fechado nesta porta, abstendo os sentimentos.
    Eu falo o errado, grito por aceitação, onde terei falhado? Não vejo solução!

    Tento soltar as amarras, que me vedam as imagens, de poder também sonhar, farto de me conformar. Invejo-te pá sim senhor! Queria ter o teu esplendor, ouviste-me neste clamor?
    Sim sou errante, o homem que falha a viver!
    É o veredicto eu sei, e esse juiz é quem? De quem, de quem?

    Acção! Corre noutra direcção.
    Acção! Arrisca o perigo da inquietação.
    Acção! Corre noutra direcção.
    Acção! Enfrenta o medo da solução.

    Não quero morrer, sem perceber, que a vida é boa, só tens de a merecer.

    A vida é o que pagas.
    Céu! A morte não tem escada.

    Tento soltar as amarras, que me vedam as imagens, de poder também sonhar, farto de me conformar. Invejo-te pá sim senhor! Queria ter o teu esplendor, ouviste-me neste clamor?
    Sim sou errante, o homem que falha a viver!
    A viver!
    Sim sou errante, o homem que falha a viver! Show less
    Read more
  • This item has been hidden
to add this to Watch Later

Add to

Loading playlists...