Upload

Loading...

This video is unavailable.

poesia de véu de maya_ODE À LIBERDADE

Want to watch this again later?

Sign in to add this video to a playlist.

Like this video?

Sign in to make your opinion count.

Don't like this video?

Sign in to make your opinion count.

Loading...

Loading...

Transcript

The interactive transcript could not be loaded.

Loading...

Loading...

Ratings have been disabled for this video.
Rating is available when the video has been rented.
This feature is not available right now. Please try again later.

Uploaded on Aug 2, 2011

I created this video with the YouTube Video Editor (http://www.youtube.com/editor)

*****
É o amor à liberdade e o preço de a conquistar
Como os navios que se aventuram
Sulcando as ondas do mar;
*
O poder da autoridade e o apelo de a respeitar
Como o selo gravado na sabedoria elevada
Ao útil colectivo na presença do bem estar;
*
A frescura do novo e os caminhos por andar
Como abertura radiosa aos desafios do futuro
E às vozes dos oráculos por desvendar;
*
O viajante e a imensa floresta
felizes nos saltos do percurso-onde unidos-
se inebriam no transe da viagem e da descoberta;
*
O desejo da partida e a alegria do regressar
Como a viagem do navio que se aventura
Pelo alto mar até a novos portos chegar;
*
O vento do deserto e o oásis libertador
Como o entrelaçar da força entre guerreiros
Até selar num abraço a fusão da alegria à dor;
*
A semente fértil e a terra cultivada
Como a fusão amorosa entre ambas
até a vida se extasiar plasmada;
*
A actividade e o impulso do renascer
Como ascensão no movimento das coisas
Ao triunfo do que ainda não é mas pode ser;
*
É sonho e liberdade, cultura e humanidade
Deserto e vento libertador
Semente e terra cultivada;
Viagem e floresta desbravada
*
Porto de partida e de chegada...
E na aventura que é o caminho
O triunfo sobre o não-ser...
Que é pouco, mas é mais que nada!...

Véu de Maya
copyright

Loading...

Loading...
Working...
to add this to Watch Later

Add to